Exploratório Infante D. Henrique – Centro Ciência Viva de Coimbra

Localizado em Coimbra, num complexo de 2500 m2, o Exploratório assume-se como uma entidade de promoção de cultura científica para a Região Centro. Com duas décadas de existência foi, em 1995, o primeiro centro de ciência a ser criado em Portugal.

O que são atos reflexos? E para que serve o ADN? Explorar, questionar e interagir são os objetivos da exposição principal do Exploratório, que dá ao visitante a resposta a estas e outras perguntas sobre o corpo humano. Ao longo de mais de 800 m2, descobrimos, por exemplo, quais os alimentos que contêm mais ferro ou qual o volume de ar que existe nos seus pulmões.

Partindo de uma “praça central” onde se localiza o Cérebro, a exposição divide-se por sete alamedas com vários módulos que retratam os vários sistemas do corpo humano, as suas funções e morfologias.

O Hemispherium é outra das valências do Centro. Uma sala de cinema científico muito especial onde cinéfilos de todas as idades podem assistir às projecções sentados ou deitados. Porquê? Porque a projeção é hemisférica, ou seja, os filmes são projectados a 360º num tecto em formato de cúpula. Sem dúvida uma experiência inesquecível.

Rotunda das Lages, Parque Verde do Mondego, 3040-255 Coimbra
geral@exploratorio.pt | www.exploratorio.pt
40° 11′ 49″ N, 8° 25′ 45″ W

 


Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC), fundado em 1772, é uma Unidade de Extensão Cultural e de Apoio à Formação desta instituição de ensino superior e tem como missões a investigação, a conservação da biodiversidade e a divulgação de ciência, com especial enfoque na sensibilização para o conhecimento e importância da diversidade vegetal, das alterações climáticas e da utilização sustentável de recursos. O JBUC é uma instituição de referência a nível regional e nacional, com forte ligação e apelo à comunidade e ao turismo, tendo as suas iniciativas elevada participação e visibilidade. O JBUC integra a lista de Património Mundial da UNESCO, incluído no sítio “Universidade de Coimbra, Alta e Sofia, desde 2013, e recebe anualmente mais de 150 mil visitantes.

Como espaço universitário, o JBUC mantém também uma íntima ligação com a docência, sendo espaço de aulas no terreno, entidade formadora de estágios, de acolhimento de teses de mestrado e doutoramento. As estufas tropicais e fria, as Escolas Médicas e Sistemáticas e o seu arboreto, albergam mais de 1500 espécies de plantas. Para além disso, possui estufas de investigação e viveiros e uma equipa com conhecimento técnico ao nível botânico, florestal, ecologia e jardinagem.

 

Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, Calçada Martim de Freitas
3000-456 Coimbra, Portugal
http://www.uc.pt/jardimbotanicojardim.botanico@uc.pt 

 


Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra procura dar a conhecer a ciência a públicos de todas as idades, a partir das colecções da Universidade de Coimbra e de um conjunto de experiências e actividades que envolvem o visitante.

O Laboratorio Chimico foi construído no séc. XVIII, durante a reforma da Universidade, para o ensino da Química Experimental. Alberga desde 2006 parte das coleções científicas do Museu da Ciência, expostas em diálogo com módulos interativos. Recebeu o Prémio Micheletti em 2008.

Na Galeria de História Natural encontram-se exemplares que resultaram das recolhas feitas em África, Goa e Brasil durante as chamadas viagens philosophicas empreendidas no séc. XVIII pelo Império Português, sob o patrocínio da Coroa.

O Gabinete de Física, criado em 1772 durante a Reforma Pombalina, surge da transferência para Coimbra da Aula de Física Experimental do Real Colégio dos Nobres em Lisboa. Este Gabinete foi classificado Sítio Histórico pela Sociedade Europeia de Física em 2016.

Museu da Ciência, Laboratorio Chimico, Largo Marquês de Pombal, 3000-272 Coimbra
T: 351 239854350 | F: 351 239854359
geral@museudaciencia.org | geral@museudaciencia.pt

 


Museu Nacional de Machado de Castro

Instalado num edifício carregado de história, ele próprio uma peça museológica, o museu dispõe, atualmente, das condições indispensáveis, para ser entendido como espaço de encontro entre a memória e a contemporaneidade. Requalificado e ampliado, o MNMC apresenta-se como um grande museu, digno do património que lhe está confiado e preparado para cumprir a sua missão, como uma referência da museologia portuguesa.

Largo Dr. José Rodrigues, 3000-236 COIMBRA
Tel: 239 853 070 | Fax: 239 853 079 | E-mail:  geral@mnmc.dgpc.pt | geral@mnmc.dgpc.pt

 


Rómulo – Centro de Ciência Viva da Universidade de Coimbra

O RÓMULO – Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra é um moderno centro de recursos para o ensino e aprendizagem das ciências e difusão da cultura científica integrado na Rede Nacional de Centros Ciência Viva. Localizado no Departamento de Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, disponibiliza duas salas com agradáveis espaços de trabalho e de leitura, uma biblioteca (inserida no Serviço Integrado das Bibliotecas da Universidade de Coimbra, SIBUC) com acesso livre a documentos de diferentes áreas do conhecimento relacionadas com a cultura científica, em diferentes suportes, desde livros, revistas, DVD, CD, VHS, com software e filmes (documentários) e oito computadores com acesso livre à Internet.

O RÓMULO desenvolve diversas actividades de divulgação científica com as mais variadas temáticas e recebe visitas de escolas básicas e secundárias de todo o país.

Departamento de Física da FCTUC – Piso 0
Universidade de Coimbra
3004-516 Coimbra
Portugal

romulo.ccv @ uc.pt
ccvromulocarvalho@gmail.com